SEPLAG visita sede da Coopernatuz e acompanha o início das obras de modernização

Canteiro de obras; galpão da central de triagem Coopernatuz ao fundo.

Nesta quarta-feira (23), técnicos da SEPLAG visitaram o Centro de Triagem Coopernatuz, localizado na Região Norte de Osasco, para conferir as primeiras etapas da reforma do espaço, que começou em 24 de agosto.

Realizada pela Prefeitura, com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e coordenação da SEPLAG, a obra ampliará o galpão já existente e modernizará o maquinário utilizado no processamento do material reciclável que é enviado ao local, diariamente. Além da Coopernatuz, outras duas centrais de reciclagem também serão contempladas, posteriormente, com reformas possibilitadas por essa parceria com o BNDES.

Entre as melhorias esperadas, teremos a aquisição de uma esteira de triagem mais moderna, que otimizará o trabalhado das catadoras na hora de separar os materiais, como vidro, plástico, embalagens de papelão, etc.

Em conversa com nossa equipe, Sueli Regina de Oliveira, diretora presidente da Coopernatuz, explicou sobre o funcionamento da cooperativa e como o trabalho é executado. De acordo com a diretora, a central atua na coleta seletiva há sete anos e possui, hoje, 24 cooperados.

Quando analisada em números, vemos a importância do trabalho desempenhado pela equipe. Atualmente, a central comercializa 20 toneladas de materiais recicláveis por mês – que deixam de ser encaminhadas ao Aterro Sanitário Municipal. Após a empreitada, a atuação terá potencial para muito mais.

“Depois da reforma, esperamos reciclar 120 ton/mês. Com esse volume processado, a cooperativa conseguirá sua autossuficiência financeira e poderá garantir a remuneração dos cooperados”, afirma, mostrando parte das obras que já começaram.





Outras Notícias

Todo dia 3 de dezembro, comemora-se o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Criada em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU), a data simboliza a luta mundial por direitos, mais oportunidades e por uma sociedade mais inclusiva. Consciente do seu...

Leia mais