SEPLAG apresenta pesquisa realizada com usuários de unidades de saúde, em Osasco

A secretária Dulce Cazzuni durante sua fala, na qual ressaltou a importância das pesquisas para a elaboração de políticas públicas direcionadas

Nesta quinta-feira (17), a Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG) apresentou, durante a divulgação do balanço de prestação de contas dos serviços médicos realizados no hospital Antonio Giglio desde o final de abril, mês em que foi implantado o modelo de gestão compartilhada, a “Pesquisa de Satisfação e Percepção com os usuários de Unidades de Saúde em Osasco”.

Coordenada e sistematizada pelo Departamento de Estudos e Pesquisas, Indicadores e Metodologia de Sistemas Informatizados (DEPI), sob supervisão de Ronnie Aldrin Silva, diretor do departamento, e Paulo Nogueira, gerente de pesquisas, a pesquisa foi realizada entre 3 e 31 de agosto e entrevistou 1192 pessoas, em diversas unidades de saúde espalhadas pela cidade (UBS, PS e UPA). De acordo com a metodologia utilizada, os resultados coletados têm “95% de confiabilidade e a margem de erro é de 1,9%”.

Entre as primeiras percepções, o estudo indicou que do público usuário dos equipamentos públicos de saúde, 67% são mulheres e 33% são homens. Quando analisados em conjunto, temos maior incidência de pacientes com idade entre 30 e 49 anos - 36% do total.

Perguntados sobre o profissional de atendimento, a pesquisa mostrou índices positivos ao levantar que as consultas realizadas por médicos representam 99% dos atendimentos nos PS; 85% nas UBS; e 80% nas UPA.

Na percepção de lotação, 59% dos usuários das UPA, 44% dos pacientes das UBS e 50% das pessoas que frequentam os PS disseram considerar os locais vazios. Em relação ao tempo de atendimento, mais de 90% dos entrevistados disseram ter sido atendidos em até uma hora.

Por fim, a pesquisa também perguntou a respeito da satisfação dos usuários. De acordo com as respostas, 76% dos pacientes das UPA, 71% da UBS e 75% dos PS se dizem satisfeitos com os serviços executados pelas unidades.

Na ocasião, a secretária de Planejamento e Gestão de Osasco, Dulce Helena Cazzuni, destacou a importância de iniciativas coordenadas e ações integradoras. "Nosso trabalho está dando bons resultados e acreditamos no potencial estratégico da atual administração. Planejamento, integração de políticas públicas eficientes que primam pela qualidade do resultado, assim como o estímulo e desenvolvimento da gestão voltadas para o cumprimento de metas e resultados são alguns dos pilares de sustentação da Seplag", frisou a secretária.





Outras Notícias

Com o intuito de informar os cidadãos e parceiros da Prefeitura de Osasco a respeito do início da implantação do Plano Municipal de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos (PMGIRS), a Prefeitura inicia, a partir desta semana, a consulta pública ...

Leia mais